[contact-form-7 id="136" title="News Letter Form"]

Oito passos para transformar sua PME

Categorias: Gestão, Marketing, Segurança
Favoritar

Um dos principais objetivos do empreendedor é colocar sua empresa num novo patamar, porém, como fazer isso quando o foco é sobreviver no mercado? Parece alarmista, mas dados do Sebrae mostraram que uma em cada quatro empresas fecha antes de completar dois anos de existência. Muitos são os fatores que explicam a desistência desses empresários, como dificuldade na elaboração de uma estratégia de marketing (leia mais sobre isso aqui)   ou ter um gestor que sozinho precisa tomar conta de diversos setores da empresa. Então, se você é gestor de uma PME, não se preocupe. Confira os oito passos que vão transformar sua empresa e podem garantir crescimento orgânico no mundo dos negócios.

1 – Cadastro de Clientes

O cadastro de clientes é uma obrigação para as compras on-line, mas quando o assunto é espaço físico também deveria ser. Sabe quando você vai pagar e o vendedor pergunta seu CPF, sua data de nascimento, telefone e e-mail? Essas não são as únicas informações que essa compra disponibiliza. Cruzando os dados do cadastro de clientes com os de pagamento o empreendedor consegue: ver quem comprou (CPF), o que comprou (produto/serviço) e como pagou (dinheiro, cartão de débito, cartão de crédito, parcelamento em quantas vezes). Se for um cliente recorrente ainda dá para descobrir a frequência de consumo dele.

Mas por que isso é importante?

Sabendo os hábitos e preferência do consumidor o gestor pode personalizar sua comunicação para atraí-lo com menos esforço. Por exemplo: A Julia todo mês compra um kit com bolo caseiro e docinhos na padaria do Zé. Quando ela fica mais de um mês sem ir pra lá, o Zé dispara uma comunicação (ligação, mensagem, e-mail marketing, carta, etc) para falar dos sabores novos disponíveis ou dar um desconto para (re)atraí-la para sua padaria.

O cadastro de cliente é feito exatamente para isso. Além de auxiliar na retenção, ele também ajuda na criação de um canal direto de comunicação com o consumidor final, seja on ou off-line.

2 – Elabore seu SEO

O “Search Engine Optimization”, mais conhecido com o SEO, é uma maneira gratuita para otimizar o desempenho das buscas pelo seu site on-line. Se sua empresa quer crescer naturalmente ela precisa de um site. Mas, do que adianta ter um site que ninguém consegue encontrar? E é aí que entra o SEO. Ele funciona como um atalho para que as plataformas de buscas encontrem a sua página de maneira mais fácil. Ou seja, quando você procura por empresas que operam da mesma maneira que a sua é vital que ela apareça antes dos seus concorrentes, de preferência na primeira página de busca.

Nesse artigo você encontra dicas para maximizar seus resultados nas pesquisas.

3 – O primeiro passo antes do marketing

Antes de elaborar uma estratégia de marketing para melhorar seus resultados é essencial entender o seu consumidor. Conhecer seu público-alvo ajuda o empreendedor a nortear suas decisões para atraí-lo. É como numa pescaria, onde só a isca certa fisga o peixe desejado. O cadastro de clientes já é um bom parâmetro para analisar o comportamento do consumidor, mas para se aprofundar ainda mais nas suas necessidades o ideal é conversar com eles. Essa troca, seja por pesquisas, ou simplesmente indo para o espaço físico para ouvir o que eles têm a dizer, ajuda na compreensão do que se quer atingir. Visitar empresas que possuem o seu mesmo target (sendo concorrentes diretos, ou não) pode ampliar sua percepção sobre eles. Mas lembre-se, para isso funcionar, você precisa compreender as nuances do consumidor 3.0 

4 – Marketing

Muito se fala sobre o marketing digital e a gente entende a importância dele para as mais diversas empresas. Mas, empresário, se você não entende nada sobre o assunto vá com calma. Antes de navegar pelo digital, estude sobre o marketing “off-line”. Aqui o importante é compreender os conceitos básicos para facilitar a elaboração da melhor estratégia. Compreender o que diz Philip Kotler e David Ogilvy é tão importante quanto entender os 4Ps do marketing, assim como criar uma Análise SWOT, uma Matriz BCG e a diferença entre oceano azul e oceano vermelho.

Aproveite que a tecnologia nos permite ter um acesso, nunca antes visto à informação para estudar sobre o assunto e depois sim se atirar de cabeça no marketing digital. Caso seu negócio esteja presente nas redes sociais e necessite de impulsionamento (verba para aumentar a visibilidade dos posts) aqui você entende o básico sobre esse assunto.

5 – Invista

O dinheiro costuma ser o combustível para a transformação de uma Empresa. Com ele dá para modernizar equipamentos e processos, ampliar o número de colaboradores, aumentar o estoque, capacitar equipe, colocar em prática sua estratégia de marketing, entre outros. Claro que nem sempre você terá em caixa uma verba “sobrando”, por isso contar com o capital de terceiros é uma maneira de equacionar essa conta. Mas calma, antes de correr para os bancos e seus juros astronômicos confira nesse artigo quatro modelos alternativos para conseguir investimento.

O investimento pode ser feito também com tempo e consequentemente trabalho. Soou estranho? Não deveria. Muitas corporações utilizam sua ociosidade para investir em Economia Compartilhada e fecham preciosas parcerias com outros empreendedores que agregam no seu negócio.

6 – Torre de Babel

O mundo está cada vez mais globalizado e conseguir se comunicar com diversos tipos de clientes é essencial. Para isso, vale aprender a falar outros idiomas. Caso não exista tempo para prática, o ideal é que dentro da empresa os funcionários dominem (mesmo que superficialmente) alguma outra língua. Isso possibilitará a você atender mais clientes, melhorará seu contato com fornecedores internacionais e permitirá ter acesso a mais conhecimentos.

7 – Divulgue

Estar presente nas redes sociais e possuir um website é o “kit básico” da divulgação on-line, mas é só um começo. Crie uma comunicação para trabalhar o cadastro de clientes como e-mail marketing e mensagens por aplicativos. Não se esqueça da comunicação no PDV. e elabore maneiras de fidelizar seu cliente (como cartão de fidelidade e o cashback).

8 – Análise Financeira

Às vezes pequenas adaptações nos processos resultam numa enorme economia. Para identificar o que pode ser modificado, é recomendável ter um controle e uma análise dos gastos da empresa. O ideal é você ter na ponta do lápis qual é o produto que mais gira, qual apresenta o maior lucro para o seu negócio e qual costuma encalhar e virar estoque. Compras mais acertadas garantem uma vida financeira mais saudável. E não se esqueça de anotar todas suas despesas mensais, às vezes o dinheiro está escoando por uns lugares que você menos espera.

Gostou do conteúdo? Então classifique
Confira artigos escritos por especialistas se cadastrando aqui
Solicite seu Seguro de Vida