[contact-form-7 id="136" title="News Letter Form"]

Setembro Amarelo: Por que as Empresas devem investir em iniciativas de prevenção?

Categoria: Bem-estar
Favoritar

Setembro é o mês dedicado à prevenção ao suicídio. O objetivo desta campanha é conscientizar a população sobre o assunto, bem como mobilizar todos os setores da sociedade, como entidades, órgãos de saúde, Empresas, dentre outros, e promover iniciativas efetivas para evitar o seu acontecimento. Levando em conta a valorização da Vida e o cuidado com o outro, que passa por dificuldades, problemas e conflitos. 

Apesar de ainda ser um tabu, o suicídio continua sendo uma das principais causas de morte em todo mundo, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde). E essa situação ficou ainda mais alarmante com a pandemia, já que tivemos que adotar medidas de isolamento e distanciamento social. Além disso, a população teve que lidar com o medo e com as vulnerabilidades socioeconômicas que intensificaram os efeitos da pandemia na saúde mental das pessoas.  

Problemas com estresse, depressão, uso de substâncias, assédio e bullying geram grandes abalos para a saúde mental do indivíduo. Vale dizer que a identificação, a avaliação e o acompanhamento precoces de situações de risco, como essas, são necessários para evitar o suicídio. 

Pensando nisso, organizações como a Associação Brasileira de Psiquiatria, o Conselho Federal de Medicina e o Centro de Valorização da Vida disponibilizam materiais de apoio  em que é possível compreender melhor o tema e sua relação com a saúde mental, além  de promoverem o diálogo, a fim de mostrar para essas pessoas que elas não estão sozinhas, que são compreendidas e podem procurar ajuda 

 

Por que as Empresas devem abordar o tema no ambiente de trabalho? 

Precisamos entender que o suicídio está diretamente ligado à saúde mental. E a saúde mental dos brasileiros é uma questão alarmante, pois o Brasil é um dos campeões mundiais de casos de depressão.  

Grande parte dos profissionais brasileiros sofre de ansiedade, depressão e outros problemas psicológicos que comprometem a qualidade das atividades e o relacionamento entre as equipes de trabalho. Transtornos mentais já são a 3ª causa de perícias médicas no INSS. E estima-se que os transtornos mentais venham a ser a primeira causa de afastamentos no INSS em um curto prazo. 

 

Por que isso acontece? 

Vivemos uma cultura de trabalho em que a alta competitividade e as cobranças diárias são regra. Isso somado a volumes de trabalho excessivos, exigências contraditórias, má gestão, comunicação deficiente, ambientes insalubres e insegurança laboral, dentre outras condições de trabalho que podem conduzir a riscos psicossociais e afetar a saúde mental. 

O contexto social no ambiente de trabalho também influencia as situações em que existem: falta de apoio da administração, relações difíceis, assédio, agressão ou violência e dificuldade de conciliar Vida pessoal e Vida profissional. 

Portanto, a Empresa deve se preocupar com a saúde mental dos seus Colaboradores e proporcionar um ambiente de trabalho equilibrado e saudável, oferecendo espaço para diálogo, a fim de que cada pessoa possa se posicionar da melhor maneira possível. 

 

Com ações preventivas a Empresa pode evitar problemas de saúde mental: 

 

Mantenha o canal de feedback ativo 

É importante ouvir o que os profissionais têm a dizer sobre o que precisa ser melhorado. Enviando questionários, valorizando a comunicação clara e honesta entre os Colaboradores e as lideranças. 

Para que isso aconteça, é importante que as lideranças estejam abertas e preparadas para receber os apontamentos de seus Colaboradores. 

 

Crie uma jornada de trabalho flexível 

Uma jornada de trabalho mais flexível promove a qualidade de Vida e evita estresses diários e suas consequências, como desmotivação, irritabilidade, fadiga e queda de produtividade. 

 

Realize periodicamente a readequação do volume de trabalho 

Os maiores motivos de desgastes mentais ocorrem pelo volume elevado de tarefas e responsabilidades. Nesse sentido, é importante adequar as atividades para que ninguém fique sobrecarregado. 

 

Promova iniciativa eficazes sobre saúde mental  

O assunto “saúde mental” deve sempre estar em evidência na Empresa. Assim, todos os envolvidos se sentirão Seguros e habilitados para identificar em si ou em seus colegas quando algo não estiver bem. 

 

Criar um protocolo para lidar com doenças mentais 

Quando a Empresa elabora um protocolo para esse tipo de ocorrência, ela consegue se preparar para lidar com as burocracias que envolvem afastamentos e saberá orientar o Colaborador de forma mais rápida e efetiva. 

 

 

Como identificar alguém que precisa de ajuda? 

O diálogo é sempre a melhor opção, mas nem sempre as pessoas estão preparadas para compartilhar seus sentimentos. Por isso, fique atento a alguns sinais, como: 

  • Quando alguém demonstrar falta de interesse sobre coisas que gostava anteriormente; 
  • Dificuldade de se relacionar; 
  • Irritabilidade, pessimismo e apatia; 
  • Alterações extremas de humor;
  • Histórico de doenças psiquiátricas. 

Vale destacar, que praticar a empatia é vital na hora dessa diálogo. É comum ouvirmos alguém reclamando sobre como se sente e ouvir como feedback: “fica bem”, “deixa isso pra lá”, entre outros. Escute verdadeiramente o que o outro te diz e tente se colocar no lugar dele ao responder. A depressão é uma doença e pode ser tratada, se achar conveniente ofereça ajuda para encontrar um profissional capaz de lidar com o problema do seu colega de trabalho. 

 

Precisa de ajuda? 

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção ao suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. Em caso de crise ligue para 188. 

Gostou do conteúdo? Então classifique
Confira artigos escritos por especialistas se cadastrando aqui
Solicite seu Seguro de Vida