newsletter

Cadastre-se e receba as últimas dicas dos especialistas.






Royalty Free, o seu aliado.

É muito comum pensarmos que o que está on-line pode ser usado por todo mundo e a qualquer hora. Mas não é bem assim que funciona. Hoje em dia, na era das redes sociais, vemos perfis pessoais se apropriando de propriedades intelectuais de terceiros. Porém, quando o assunto é o mundo corporativo, esse tipo de ação pode gerar problemas legais e até multas.

Toda e qualquer criação visual é protegida legalmente e para usá-la você precisa pagar. É o famoso pay to play. Pensando nisso, separamos algumas opções para quem quer ter acesso a um conteúdo on-line “royalty free”, ou seja, livre de cobranças. São conteúdos que podem ser usados na comunicação (interna, externa, nas redes sociais, etc) sem problemas. Uma maneira grátis e juridicamente legal de viabilizar sua publicidade, sem se apropriar ilegalmente do trabalho de ninguém.

Vale lembrar que, recentemente, publicamos um artigo que mostrar maneiras fáceis e grátis para promover seu negócio on-line, não deixe de ler.

Músicas/Efeitos Sonoros

Muitas pessoas acham que não tem problema usar a música de um artista, desde que você faça algumas alterações, como: deixar só a parte instrumental, usar só alguns segundos, ou tantos compassos. A verdade é uma só: sem autorização, você não pode usar nenhum milésimo de uma composição que não seja a sua própria. Caso você não tenha orçamento para mandar fazer a sua, procure as bibliotecas virtuais de catálogo de sons royalty free, as famosas trilhas brancas. Você poderá usá-los em comerciais, posts, podcasts, como você melhor achar conveniente e, o melhor, não pagará nada por isso.

YouTube Audio Library:

O YouTube possui a sua própria biblioteca sonora, a Audio Library. Nela, você encontra músicas gratuitas de vários estilos e artistas diferentes, além de efeitos sonoros. Trilhas de cinema, raps, rocks, música de exército, uma vasta gama de possibilidades. Procure sempre pelos sons que mostrem a mensagem: “Você pode usar esta música e gerar receita com seu vídeo”, esse é o indicativo que você poderá usá-la sem temer problemas legais.

Bensound:

O Bensound é outra biblioteca de músicas que você precisa conhecer. Não vai ser difícil encontrar uma que você já possa ter ouvido, uma vez que os produtores de conteúdo recorrem a esse tipo de banco quando precisam de músicas. Evite usar as mais famosas para ter algo mais “exclusivo”.

Splice.com:

Os bancos sonoros citados anteriormente costumam focar mais em músicas instrumentais do que músicas com vocal e são totalmente gratuitos. O Splice.com é uma opção para quem possui alguma verba (U$7.99 por mês) e deseja algo com voz. Pagando essa mensalidade você terá acesso a 100 exemplares por mês que podem ser usados gratuitamente para criar sua própria música.

Imagens/Ícones:

A gente já falou aqui da importância na hora da criação de um logo para sua empresa (https://especialista-pme.com.br/como-criar-um-logo-para-empresa). E, mesmo acreditando que a melhor maneira de se trabalhar com identidade visual é contratando um design que siga o seu briefing e crie algo totalmente exclusivo para você, nós sabemos que nem sempre é possível. Nem sempre esse tipo de serviço cabe no budget dos empresários, principalmente dos que estão no início de sua jornada empreendedora. A solução é usar um dos muitos bancos de imagem para criar uma identidade que seja ao mesmo tempo criativa e 0800. Lembrando que você precisará de algum conhecimento com ferramentas de edição de imagem, como o Illustrator e o Photoshop, para alterar do seu jeito.

Freepik:

O freepik.com disponibiliza uma biblioteca com inúmeros elementos que podem ajudar na criação dessa identidade. Logos, ícones, menus, flyers, templates e mais uma série de conteúdos editáveis para você personalizar e criar sua própria marca. Eles também possuem arquivos pagos, mas você consegue selecionar para ver somente os gratuitos. E como todo trabalho merece ser valorizado, você ainda consegue contribuir com uma ajuda voluntária para remunerar o criador do material baixado.

Unsplash/Pexels:

Esses são bancos autogeridos pela comunidade, ou seja, qualquer pessoa pode entrar e cadastrar suas fotos para uso gratuito. Apesar de não apresentar muita variação de conteúdo, pode ser usado pontualmente.
Outro ponto de destaque do Pexels são os vídeos disponibilizados para os usuários.
Agora que você conhece esses sites já pode usar sua criatividade para criar seu próprio conteúdo, sem temer problemas legais.

 

Curtiu este artigo? Clique na cartinha ao lado e inscreva-se para receber nossas newsletters com conteúdos exclusivos

Solicite seu Seguro de Vida